Como lidar com as alergias aos gatos

gato-escondido

Os gatos são dos animais de estimação mais amados do mundo, disso não há dúvida. Mas infelizmente, as alergias aos gatos são também uma das formas mais comuns de alergias. A maioria das reações devem-se principalmente a alergias ao pelo do gato.

A maior causa dessas alergias é a caspa libertada pelos gatos. A caspa, é uma descamação excessiva do couro cabeludo, na qual surgem entre os fios de pelo do animal pequenas escamas brancas, sem presença de inflamação da pele. A caspa é basicamente a queda da pele que sai dos gatos, normalmente na forma de pequenos flocos. Embora a caspa possa irritar a pele, ela também pode entrar no seu sistema imunológico, dando resultado a uma variedade de sintomas e reações alérgicas quase imediatas.

Uma vez no sistema imunológico, a caspa é percebida como uma ameaça. Mesmo que não seja classificada como uma doença, é mais um reflexo dado pelo seu corpo e pelo seu sistema imunológico. A alergia aos gatos ocorre muito frequentemente devido aos gatos que têm alérgenos que são espalhados através do seu sangue, urina, e saliva. Embora um gato possa não estar presente no momento, as excreções provavelmente ainda estarão.

A caspa do gato, a urina, e a saliva, são encontrados durante toda a casa dos donos de um gato. Os gatos estão constantemente a lamberem-se, o que envolve estarem constantemente a colocar a saliva na sua pele. Quando eles fazem isso, eles espalham a caspa e os seus alérgenos ao seu redor. Embora você possa tentar, não há realmente nada que você possa fazer acerca disso. Os gatos têm um instinto natural para se lamberem ou para se limparem, não importa quantos banhos você lhes dê, você simplesmente não vai conseguir impedi-los de se lamberem.

Normalmente, quando alguém tem uma reação alérgica aos gatos, sente o peito a chiar, tosse, espirros, coceira, os olhos lacrimejam, ou ficam com dificuldades a respirar. As pessoas reagem de diferentes formas aos alérgenos dos gatos, o que significa que alguns sintomas podem não ocorrer. Febre e calafrios é muito raro, embora possa acontecer. Se alguém que tem alergias aos gatos fica com febre e calafrios, deve contactar imediatamente um médico. Lembre-se que existe sempre a possibilidade da pessoa não estar a ter alergia ao gato mas algum outro tipo de doença que só um médico consegue diagnosticar.

Alergias aos gatos são normalmente tratadas com anti-histamínicos e descongestionantes. Aqueles que têm ataques de asma ou outras formas de alergias, normalmente tomam anti-histamínicos. Descongestionantes, por outro lado, são normalmente utilizados para curar a tosse e o inchaço nas vias nasais. Por vezes, os médicos recomendam um tratamento de injeções anti-alérgicas.

Estas injeções podem ajudar a prevenir o ataque, especialmente se alguém tem uma alergia severa a gatos. Elas são uma boa forma de tratamento e prevenção, e também podem ajudar a diminuir o risco de alergias que afetam o indivíduo.

Se suspeita que tem alergia aos gatos, deve recorrer ao seu médico. Ele será capaz de diagnosticar melhor a sua situação e dar-lhe as melhores opções disponíveis para o tratamento. Se a sua alergia é realmente severa, infelizmente a melhor maneira de parar os ataques é dar o seu gato. 🙁

Dar o seu gato será certamente algo muito difícil de fazer. Se você é alérgico ao pelo do seu gato, infelizmente a melhor forma de prevenir os ataques é não ter mais gatos. Alergia a gatos não é nada divertido, especialmente se você a desenvolve anos depois de ter o seu gato.

Talvez seja do seu interesse...

loading...