Avançar para o conteúdo

Mako, o gatinho que precisava de ajuda

    Mako, o gatinho que precisava de ajuda.

    Hoje partilhamos um caso especial de um gato ainda pequeno que foi encontrado perto de uma cerca. O pobre animal aparentava estar com algum problema, pois não parecia conseguir usar uma das patas traseiras.

    Quem o encontrou não sabia como o ajudar nem podia ficar com ele. Sem saber o que fazer, entrou em contacto com o Vet Ranch. Claro que essa ajuda não lhe foi negada e logo a Dra. Karri, o Dr. Judd entre outros veterinários trataram de o ajudar.

    Depois de um rápido exame, um raio-x muito agitado (já que o pobre animal não parava quieto e miava muito) e analgésicos para o ajudar com a dor, descobriu-se que o gatinho tinha uma fratura numa pata traseira, pelo que foi recomendada a imobilização da pata. Ele teve direito ao tratamento completo como vacinas, testes à FIV e à FeLV e à toma de antiparasitas. Com a pata imobilizada, foi necessário esperar para confirmar se a imobilização irá ou não ajudar.

    Infelizmente a tala não ajudou. A pata não sarou e o pobre pequeno continuava com dores. Notava-se que ele estava incomodado com a tala. A solução passou pela amputação. Lamentavelmente todos os esforços efetuados pelos veterinários não conseguiram-lhe salvar a pata. A operação correu bem e o gato, agora chamado Mako, recupera bem.

    Infelizmente quando chegou a hora da adoção do Mako, esta acabou por não se realizar, contudo, a veterinária que fez a amputação da pata acabou por se apaixonar por ele e adotou-o ela mesma. Tudo acabou por correr bem! O Mako acabou por ganhar um lar e uma família para a vida toda. Um final feliz para um gato encontrado numa cerca magoado e sozinho.

    O próximo vídeo é do canal de YouTube Vet Ranch, um canal onde os veterinários partilham algumas histórias surpreendentes de animais que eles salvam, e onde poderá conhecer em pormenor a história do Mako.

    Infelizmente os animais sem uma das patas não são a primeira escolha para uma família de adotantes. Os gatos como o Mako, podem ter ainda uma longa vida e ainda conseguem fazer tudo o que os outros gatos fazem. Os gatos têm uma grande capacidade de adaptação e muitas vezes até nos esquecemos que eles não têm um dos membros.

    Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades no seu email: