Avançar para o conteúdo

O que precisa de saber antes de ter um gato

    Gatos bebés

    Está a ponderar adotar um gato? Não sabe se será a melhor opção para si? Qual será o que mais se adequa a si ou à sua família?

    Se estas são algumas das suas dúvidas, então este artigo talvez o possa ajudar a tomar uma decisão.

    Independentemente de que gato acabar por adotar, todos os gatos precisam de refeições adaptadas à fase da sua vida, água sempre disponível, uma cama limpa e confortável, um arranhador, uma caixa de areia que deve ser limpa regularmente e ter as vacinas e desparasitação em dia. Se acha que isto não se adapta à sua vida então talvez um gato não seja a melhor opção para si, mas se não vê qualquer problema até aqui, então poderá avançar com a sua adoção.

    Adotar ou comprar

    Antes de comprar um gato, lembre-se que existem imensos gatos em associações e mesmo em colónias de gatos pelas ruas que precisam de uma casa e de uma família que o acolha. Ser um gato de uma associação ou de rua não significa que seja agressivo ou que tem algum problema de saúde, só que teve a infelicidade de ainda não ter encontrado alguém que lhe tenha dado uma oportunidade. Não ter qualquer raça não significa que não lhe possa dar tanto ou até mais amor que um de raça.

    Adotar um gato bebé ou já adulto

    Gato bebé e gato adulto

    Depois de tomada a decisão de adotar um gato, precisa de saber qual mais se adapta a si ou à sua família. A maioria das famílias optam por gatos bebés e nem sequer poem em hipótese um já adulto. Mas qual é a diferença?

    Um gato adulto é mais calmo, normalmente já consegue ver qual é a sua personalidade e já sabe ir à caixa de areia. Se vier de uma associação, muito provavelmente já terá as vacinas em dia, estará desparasitado e esterilizado e poderá até vir com o microchip.

    Um gatinho bebé por outro lado precisa de um pouco mais da sua atenção, pois poderá ainda ter que aprender a usar a caixa de areia, terá que tomar vacinas e fazer desparasitação mais frequentemente. Só aos 6 meses é que poderá fazer a castração.

    Preparar a sua chegada

    Depois de escolhido o gato não se esqueça de preparar a casa para a sua chegada. Arranje uma divisão para colocar as suas coisas. Lembre-se de lhe dar um lugar onde se esconder como um nicho ou um iglu confortável. É perfeitamente normal que leve alguns dias até ele se sentir confortável a explorar a casa.

    Os gatos são bastante curiosos, portanto, após esta integração, lembre-se sempre de fechar as portas e as janelas para ele não ter acesso ao exterior. Gatos com acesso ao exterior estão mais expostos a doenças como a FIV e a FeLV e está mais sujeito a perigos como os atropelamentos e as brigas com outros gatos.

    Os gatos e as crianças

    Se tem filhos pequenos, isso não é de todo um impedimento para ter um gato. Só precisa de os ensinar como se aproximarem do novo animal de estimação. Como acarinhar, ser gentis e a respeitar os animais. Assim os seus filhos aprendem a ter compaixão e responsabilidade.


    O facto dos gatos serem animais muito independentes facilita quando temos uma vida muito ocupada e não podemos disponibilizar de tanto tempo para tratar deles. São animais que não precisam de muito espaço em sua casa e ficam bem enquanto estamos ausentes, desde que tenham tudo o que necessitam.

    Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades no seu email: